Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Lusofonia

Presidenciais antecipadas

CPLP elogia processo eleitoral na Guiné-Bissau

Bissau – O Chefe da Missão de Observação Eleitoral da Comunidade dos Países de Língua Portugueses (MOE CPLP) disse que o processo de votação para as Eleições Presidenciais antecipadas de 18 de Março, decorreu de forma ordeira.

Falando este Domingo, 18 de Março após o fecho das urnas, Arlindo Maurício congratulou o modo como os guineenses afluíram às urnas nestas eleições, em todo território nacional.

Tal como aconteceu com a MOE CPLP, o chefe da Missão de Observação Eleitoral da CEDEAO, o nigeriano Salou Djibou, agendou igualmente para esta segunda-feira, 19 de Março, um encontro com a imprensa para falar da forma como decorreu o processo eleitoral na Guiné-Bissau.

A Comissão Nacional de Eleições já veio confirmar que este processo decorreu com a maior normalidade possível.

Num encontro com os jornalistas, duas horas após o encerramento das urnas, pelas 19 horas locais, Orlando Veiga, porta-voz da CNE, disse à imprensa que o acto teve nota positiva, afirmando que alguns casos registados são de maior relevância mas não podem influenciar, de forma alguma, os resultados eleitorais.

Durante o período de espera do anúncio dos resultados provisórios destas eleições, o Presidente da CNE, Desejado Lima da Costa, manteve esta segunda-feira, 19 de Março, um encontro com o Chefe do Estado Major-General das Forças Armadas da Guiné-Bissau, António Indjai.

A saída do encontro, Desejado Lima da Costa disse à imprensa que recebeu garantias de segurança por parte de António Indjai, até ao final do processo eleitoral em curso no país.

«Esta foi uma ocasião onde abordámos com Chefe do Estado Major-General das Forças Armadas as questões de segurança neste processo eleitoral e recebemos garantias para todas as fases deste processo», declarou o Presidente da CNE.

O ex-chefe do Serviço de Inteligência Militar guineense, Samba Djalo, foi, este Domingo, 18 de Março, baleado em frente à sua residência em Bissau, no Bairro de Cupelum de Cima.

Até às primeiras horas desta segunda-feira nenhuma informação oficial foi tornada públicas sobre a morte de Samba Djalo.

Ao que PNN apurou, o ex-chefe do Serviço de Inteligência Militar terá sido contactado via telefone por um grupo de pessoas, para comparecer perto da sua residência, onde acabou por ser atingido a tiro.

(c) PNN Portuguese News Network

2012-03-19 16:44:08

MAIS ARTIGOS...
  União Africana preocupada com a “paralisia” na Guiné-Bissau
  Simões Pereira garante que não vai abdicar dos seus direitos eleitorais
  Presidente da República justifica derrube do Governo de Domingos Simões Pereira
  “República” continua aguardar pela comunicação do Presidente da República
  Bureau Político do PAIGC ameaça desencadear acções para destituir Presidente da República
  Guiné-Bissau: Governo denuncia intenção deliberada de provocar crise para justificar sua destituição
  Nações Unidas qualifica de “menos clara e preocupante” a situação política Guiné-Bissau
  Pedro Pires diz que os guineenses têm sido defraudados pela classe política
  Cabo Verde: Dia da Mulher Africana celebrado esta sexta-feira
  São Tomé e Príncipe: Oposição reage à remodelação do Conselho de Administração do Banco Central
  Cabo Verde: Parlamento aprovou nova lei das privatizações
  Guiné-Bissau: Governo classifica o regresso de Zamora Induta como reposição da normalidade constitucional

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor DigitalCabo verde
Notícias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais