Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Lusofonia

Presidenciais antecipadas

CPLP elogia processo eleitoral na Guiné-Bissau

Bissau – O Chefe da Missão de Observação Eleitoral da Comunidade dos Países de Língua Portugueses (MOE CPLP) disse que o processo de votação para as Eleições Presidenciais antecipadas de 18 de Março, decorreu de forma ordeira.

Falando este Domingo, 18 de Março após o fecho das urnas, Arlindo Maurício congratulou o modo como os guineenses afluíram às urnas nestas eleições, em todo território nacional.

Tal como aconteceu com a MOE CPLP, o chefe da Missão de Observação Eleitoral da CEDEAO, o nigeriano Salou Djibou, agendou igualmente para esta segunda-feira, 19 de Março, um encontro com a imprensa para falar da forma como decorreu o processo eleitoral na Guiné-Bissau.

A Comissão Nacional de Eleições já veio confirmar que este processo decorreu com a maior normalidade possível.

Num encontro com os jornalistas, duas horas após o encerramento das urnas, pelas 19 horas locais, Orlando Veiga, porta-voz da CNE, disse à imprensa que o acto teve nota positiva, afirmando que alguns casos registados são de maior relevância mas não podem influenciar, de forma alguma, os resultados eleitorais.

Durante o período de espera do anúncio dos resultados provisórios destas eleições, o Presidente da CNE, Desejado Lima da Costa, manteve esta segunda-feira, 19 de Março, um encontro com o Chefe do Estado Major-General das Forças Armadas da Guiné-Bissau, António Indjai.

A saída do encontro, Desejado Lima da Costa disse à imprensa que recebeu garantias de segurança por parte de António Indjai, até ao final do processo eleitoral em curso no país.

«Esta foi uma ocasião onde abordámos com Chefe do Estado Major-General das Forças Armadas as questões de segurança neste processo eleitoral e recebemos garantias para todas as fases deste processo», declarou o Presidente da CNE.

O ex-chefe do Serviço de Inteligência Militar guineense, Samba Djalo, foi, este Domingo, 18 de Março, baleado em frente à sua residência em Bissau, no Bairro de Cupelum de Cima.

Até às primeiras horas desta segunda-feira nenhuma informação oficial foi tornada públicas sobre a morte de Samba Djalo.

Ao que PNN apurou, o ex-chefe do Serviço de Inteligência Militar terá sido contactado via telefone por um grupo de pessoas, para comparecer perto da sua residência, onde acabou por ser atingido a tiro.

(c) PNN Portuguese News Network

2012-03-19 16:44:08

MAIS ARTIGOS...
  Guiné-Bissau: EUA elogiam PR pela exoneração de António Indjai
  Rui Barros ouvido pela justiça da Guiné-Bissau
  Xanana Gusmão assinala os 15 anos da ajuda australiana a Timor-Leste
  União Europeia anuncia ajuda financeira às eleições de São Tomé e Príncipe
  Cabo Verde: PM vai fazer alterações no Governo
  Marina Silva reúne-se com artistas brasileiros
  Guiné-Bissau: Nomeação do novo Chefe das FA visa «adaptação» a momento difícil
  Biague Na N´tan anuncia fim da «turbulência militar» na Guiné-Bissau
  Cabo Verde: ARE realiza consultoria sobre sistema de informação regulatória
  FAO: Brasil regista queda de 75% na extrema pobreza
  Cabo Verde: PR desperta para situações de pobreza extrema e miséria
  São Tomé e Príncipe: PR censura encerramento de fronteiras terrestres para combater ébola

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor DigitalCabo verde
Notícias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais