Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Política

Devido a irregularidades

Moçambique: Proibição de trabalho a 60 chineses

Maputo - Um total de 60 trabalhadores estrangeiros da empresa SOGECOA Moçambique, Lda., estão interditos de exercer quaisquer atividades no país, por se encontrarem em situação irregular, no âmbito do regime da contratação de mão-de-obra estrangeira.

A informação foi avançada, esta quarta-feira, 21 de Março, pelo gabinete da ministra do Trabalho, Helena Taipo.

Trata-se de 60 cidadãos de nacionalidade chinesa que se encontravam a trabalhar em diversas obras adjudicadas àquela firma chinesa na cidade de Maputo, contrariando assim a legislação laboral em vigor em Moçambique.

A situação acontece numa altura em que a China investe em Moçambique milhões de dólares nas áreas das Infra-estruturas, Militar, Transportes e Agricultura.

(c) PNN Portuguese News Network

2012-03-21 16:10:29

MAIS ARTIGOS...
  Vice-Primeiro-ministro do Vietname visita Moçambique
  Moçambique: Frelimo quer desarmamento urgente e incondicional da Renamo
  Moçambique: Líder da Renamo disposto a negociar partilha de poder
  Moçambique: Joaquim Chissano hospitalizado na África do Sul
  Secretário de Estado espanhol visita Moçambique
  Moçambique: Governo e oposição trocam acusações pelo incidente em Gaza
  Assembleia da República recebe alta comissária britânica em Moçambique
  Moçambique reforça controlo da entrada de cidadãos estrangeiros
  Ministra do Reino Unido apoia o crescimento inclusivo em Moçambique
  Moçambique: PR reúne com líder da Renamo
  Moçambique: Líder do MDM explica tomada de posse dos deputados
  China apoia Moçambique na recuperação das cheias

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor DigitalCabo verde
Notícias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais